A expressão pela dança do ventre

Todos que acompanham o Bossa já sabem que faço dança do ventre para relaxar. É um hobby e um meio de expressão que me traz aprendizados e até superações, pois saibam que não é fácil subir num palco e encarar uma plateia mesmo que ela seja formada por nossos familiares e amigos. No final vemos que somos capazes de ir além de esteriótipos e cobranças e que o importante é ser feliz com tudo de bom que a dança nos proporciona, mesmo errando um passo aqui ou ali, ficando nervosa e coisa e tal. Me sinto uma gigante quando ponho meu figurino, me acho o máximo e até um pouco artista (risos), e isso se chama autoestima. Sou uma amadora na nesse ramo é verdade, mas sempre que participo de alguma apresentação tento colocar o melhor de mim desde o compromisso com os ensaios até o figurino, que prefiro que seja profissional. Abaixo um pouco do espetáculo Pedras Preciosas, apresentado no final do ano passado pela Cia Laywilsa Farah de Dança do Ventre aqui em Teresina. As fotos demoraram a ser postada porque também foi um longo tempo para recebê-las, mas está valendo! Espero que gostem de relembrar um pouco desse momento especial comigo. 
Em transe...


Esse foi o final da apresentação


Amigas da dança em: bate-cabelo

As duas fotos a cima são  da empresa contratada para fotografar o espetáculo, as com assinatura são do meu irmão Jefferson Lemos


Meu figurino: Atelier Cris Iglesias
Saia: Casa Arábe
Espetáculo Pedras Preciosas
Coreografia: Esmeraldas
Turma: Intermediário I

Um comentário

Laywilsa Farah disse...

Um bela lição para as mulheres que acham incapazes de dançar.
Parabéns!!!
A Dança pode se tornar uma terapia prazerora e uma grande aliada ao combate da depressão,stress e outras crueldades dos dias atuais.